27 novembro 2007

"Terra da liberdade" II


Esta é uma lanchonete da rede Burger King no Camp Liberty, segundo a Carta Capital desta semana uma espécie de Disney + Platoon. O "acampamento liberdade" também tem Pizza Hut, Subway, Taco Bell e mais algumas dezenas de redes.

Este é o símbolo da liberdade estadunidense, franquias de Fast Food. Quando se intitulam Terra da Liberdade, apenas afirmam ser um lugar cheio de comida ruim sustentada por propagandas. Começam a lavagem cerebral quando vc ainda é pequeno, mais suscetível e interessado nas surpresas oferecidas com os lanches. Ou seja, as empresas tem plena liberdade para convencê-lo de consumir utilizando qualquer meio disponível.

Neste ponto prefiro a guerra do Vietnam, onde os soldados eram abastecidos com ópio, cocaína e maconha. Se algum dia for obrigado a pegar uma arma prefiro estar chapado do que ter um sanduíche de duvidosas propriedades nutritivas.

8 comentários:

Camila Diniz disse...

concordo com o que disse no final

Chapado disse...

Lembrei daquela propaganda que passava na TV Cultura em que um executivo do McDonald´s elogiava a responsabilidade social da TV Rá Tim Bum para com as crianças. Realmente, a pessoa mais adequada para falar de responsabilidade para com as crianças...

Daniel Nérso disse...

Apesar de achar tosca a hipocrisia, acho legal um país ter um símbolo, uma mensagem a passar, ou um slogan, que seja.
O Brasil meio q atira pra todos os lados nessa questão. Mas só pq na verdade tem vergonha de assumir q o slogan do Brasil é "Futebol e buceta barata"

gnorante disse...

Se eles tem vergonha de assumir um Bombing for "freedom" ou mais correto ainda Bombing for oil acho que não há problemas em continuarmos com nosso ordem e progresso.
Mas acho que Cachaça e buceta seria o mais correto. Ou qualquer outra das 70k combinações possíveis de sinônimos.

Elton disse...

Eles poderiam assumir o "Fat, ignorance and violence".
Eu prefiro morar no país da buceta barata do que em um onde se acha que foder é pior que matar e torturar.

Eu gosto de "Brasil: um país de todos". É.. eu ando muito chapa-branca ultimamente...

Elton disse...

"Yes I know my enemies
They're the teachers who taught me to fight me
Compromise, conformity, assimilation, submission
Ignorance, hypocrisy, brutality, the elite
All of which are American dreams (8 times)
All of which are American dreams"

gnorante disse...

O período de seu governo (Emílio Garrastazu Médici) ficou conhecido como "os anos negros da ditadura", subseqüentes ao AI-5. O tricampeonato mundial de futebol marcou o governo do "milagre econômico" de Médici, cujos índices econômicos começaram a declinar em 1973 com a crise do petróleo. A repressão endureceu, e foi criado o slogan: "Brasil, ame-o ou deixe-o". - grifo meu

Acho que basta de slogans.

Fernando Françoso disse...

"Brasil, ame-o ou deixe-o"

E veio a contra cultura:
"O ultimo que sair apague a luz."