15 fevereiro 2007

Consumidor "paga caro" pelo aumento do gás

Segue na integra a matéria Consumidor paga pelo aumento do gás, veiculada pelo Jornal Hoje (grifo meu):

Em Cuiabá, a direção da termelétrica Mário Covas alerta que o consumidor vai ser prejudicado. Num outro acordo firmado em Brasília, o gás comprado pela empresa de Mato Grosso sofreu reajuste de 85%.

O gás natural que abastece a termelétrica de Cuiabá chega por meio de um ramal do gasoduto Brasil-Bolívia. A usina recebe por dia 2, 8 milhões de metros cúbicos, pouco mais de 10% do volume que chega à Petrobras. Parece pouco, mas representa muito para os consumidores de Mato Grosso.

Durante a seca, período em que a potência das hidrelétricas diminui, a termelétrica Mario Covas responde por até 70% do abastecimento no Estado. O presidente da empresa adiantou que o repasse do aumento para o consumidor é inevitável.

"O gás natural é o principal insumo da planta da termelétrica. Então, não há como assumir um reajuste de preço de, custo desse insumo sem você poder repassar isso pro preço da sua energia. Eu não tenho como absorver isso", disse Carlos Baldi, presidente da Pantanal Energia.

O aumento significa repasse de preço não apenas para os mato-grossenses, mas também para os consumidores de outros Estados. Isso porque toda a energia produzida em Cuiabá vai direto para o sistema integrado de Furnas, que abastece outros Estados.

Ainda segundo a direção da hidrelétrica, como o repasse do aumento será dividido entre consumidores de vários Estados, os efeitos do reajuste na conta de luz devem ser pequenos: 0,1%. O consumidor que, por exemplo, paga R$ 100,00 por mês em energia, vai passar a pagar R$ 100,10.


Preciso planejar meu orçamento para este aumento, onde deixei minha planilha?

3 comentários:

Daniel Nérso disse...

Dahora.. eu vou pagar R$0,0065 por peidos bolivianos na minha conta de luz!
Queria que alguém pagasse pelos meus peidos...

gnorante disse...

É só viabilizar uma maneira de utilizar seus peidos para produzir energia.

Poderiam fazer experimentos neste sentido nas criações de animais. Quanto de energia uma granja seria capaz de produzir?

Elton disse...

Todos podem negociar reajustar os preços. Menos os bolivianos. A imprensa está realmente ridícula...
E um reajustezinho de merda. O Brasil nem paga o valor de mercado pelo gás, continua cheio de privilégios.