16 fevereiro 2007

Planos carnavalescos

Quatro dias e meio sem trabalhar. Queria viajar, mas terei que ficar em São Carlos. O tempo nunca é suficiente, mesmo assim tracei planos ambiciosos. Pretendo:
1 - Cuidar da minha namorada que operou. Motivo pelo qual não viajarei.
2 - Agradar a mãe da minha namorada que veio a São Carlos para acompanhas a cirurgia.
3 - Ler "1985", ou "1984 de cu é rola". Segundo a capa Anthony Burges (Laranja Mecânica) contesta o "1984" de George Orwell. Até onde li, o autor apenas explica o mundo de "1984" fazendo um paralelo com a Inglaterra em 1948 tentando encontrar as fontes de inspiração de Orwell. Está mais para uma análise do que uma contestação.
O verbo analisar cabe melhor, é muito mais isento e subjetivo, pode até incluir uma contestação. Fico pensando que em alguns dias passarei de técnico para analista. Isto significa que meu trabalho passará a ser mais subjetivo, portanto mais valorizado. Quando ninguém sabe exatamente o que vc tem que fazer fica mais dificil cobrar qualquer coisa. Ganha-se mais e trabalha-se menos. A ascensão dentro de uma empresa se da desta maneira, sempre a caminho da analise subjetiva.
4 - Andar de bicicleta. Aproveitar ruas vazias e praticar alguma atividade física.
5 - Jogar Dota. Potencialmente o maior consumidor de tempo e maior risco para a não execução dos itens anteriores. Malditos jogos de computador, desconheço vício mais poderoso, normalmente é colocado acima até de necessidades básicas de higiene, alimentação e repouso.
6 - Estressar e transcender a relação mente/corpo. Ou seja, beber até perder a noção de onde é o chão.

2 comentários:

Elton disse...

Bons planos.
Fiz feijoada e dormi. Foi bom.
Chegou "A Revolução não será televisionada". Vamos combinar uma sessão em casa.

gnorante disse...

Pena que foram só planos, acabei fazendo tudo pela metade. Nunca há tempo suficiente.

Combinar uma sessão ia ser massa. Vamos tentar.